Congresso estabelece a Frente Parlamentar em defesa das OSC
11 de setembro de 2019

Representantes de organizações da sociedade civil, entre elas a União Nacional das Organizações Cooperativistas Solidárias (Unicopas), levaram para dentro do Congresso Nacional pautas de fortalecimento do Cooperativismo e da Economia Solidária. O lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa das Organizações da Sociedade Civil (OSC) ocorreu ontem (10/9) no Auditório Freitas Nobre, no Anexo IV da Câmara dos Deputados, e contou com presença de entidades como Cáritas Brasileira, Organizações em Defesa dos Direitos e Bens Comuns (Abong), Fundação Grupo Esquel Brasil, Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (GIFE), Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese), Unicopas, Visão Mundial, todas membros da Plataforma do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil.

O deputado federal Nilto Tatto (PT/SP) lembrou que os recursos arrecadados, historicamente, não são destinados aos que mais precisam, mas com a políticas sociais desenvolvidas entre os anos de 2003 e 2014 foram essenciais para o desenvolvimento do Brasil. "Principalmente em políticas de combate à fome e à pobreza que tirou o nosso país do Mapa da Fome e essas políticas tiveram papel fundamental da mobilização das organizações da sociedade civil". Além disso, Tatto salientou que atualmente o país vive em um período de grandes retrocessos de direitos. "O fortalecimento e articulação das organizações da sociedade civil por meio desta Frente Parlamentar, principalmente neste contexto, é fundamental".

A Frente Parlamentar Mista em Defesa das Organizações da Sociedade Civil conta com 210 adesões de parlamentares e será coordenada pelo deputado Afonso Florence (PT/BA). "A defesa das organizações da sociedade civil estará no centro da nossa atuação. Vamos ser pela pauta da democracia e da resistência", ressaltou. Daniel Rech, assessor da Unicopas, destacou que o processo de construção para uma transformação social ocorre a partir dos movimentos populares. "A nossa aposta principal é que a gente possa desenvolver iniciativas para que as pessoas que integram nossos movimentos possam ter vida digna e que possam ser inseridas na luta política para a transformação da realidade. Esta Frente será um instrumento importante e mais um passo para o fortalecimento das organizações da sociedade civil. Nós não vamos desistir de ter um poder popular efetivo". 

A Unicopas compõe o conselho consultivo da Frente junto com a Abong, a Cáritas Brasileira, a Cese, a Visão Mundial, a Fundação Esquel, o GIFE, o Conic (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil) e a ABCR (Associação Brasileira de Captadores de Recursos).

Fonte: Unicopas
 
Assine nosso informativo e fique por dentro das nossas novidades
ATENDIMENTO
(61) 3226-3277
secretaria@unicafes.org.br
2019 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual