Candidatos ao governo do PR expõem propostas para Agricultura Familiar
03 de setembro de 2018

A Unicafes (Federação de Cooperativas da Agricultura Familiar do Estado do Paraná) realizou na última sexta-feira,31, um Seminário Representativo com os candidatos ao governo do Paraná, na AMSOP. A intenção foi apresentar as principais pautas do Cooperativismo Solidário com destaque para Agricultura Familiar. São medidas vinculadas ao incentivo de produção de alimentos saudáveis, agroindustrialização, tecnologia e assistência técnica, educação no campo, geração de renda, sucessão familiar, acesso a crédito, canais de comercialização e políticas de compensação ambiental.

 Para apresentar suas ideias e propostas, a Unicafes chamou formalmente todos os candidatos as eleições 2018. No entanto, dos quatro somente dois compareceram: Florisvaldo Fier - Dr. Rosinha (PT), e Carlos Roberto Massa Júnior - Ratinho (PSD) nos seus respectivos horários. Enquanto que João Arruda (MDB) e Maria Aparecida Borghetti - Cida (PP) justificaram ausência devido a outras agendas e enviaram representantes. 

A Unicafes deixou em aberto os horários para cada candidato ou representante pudesse apresentar a sua proposta. Além disso, o público que participou – estudantes do campo, agricultores, diretores de cooperativas, autoridades políticas e lideranças de várias regiões do Estado puderam dirigir perguntas aos candidatos.

Apesar da ausência de dois candidatos, o presidente da Unicafes Paraná, Ivori Fernandes avaliou o evento de maneira positiva. “Os candidatos que participaram ouviram atentamente as demandas apresentadas e se mostraram favoráveis em construir um plano que promova o desenvolvimento do setor. A Unicafes cumpriu com seu papel em expor temas extremamente importantes para Agricultura Familiar. São reivindicações da nossa base, são políticas de acesso a crédito, novos canais de comercialização, fortalecimento das agroindústrias familiares, ater, educação e novas tecnologias para os jovens permanecerem no campo”, comentou Ivori. 

Ao final das exposições, cada candidato recebeu uma carta contendo as propostas para o desenvolvimento do Cooperativismo Solidário da Agricultura Familiar. Independente do candidato eleito, a Unicafes pretende continuar mantendo um diálogo direto com o governo para firmar estratégias que venham beneficiar o setor.
 
O que falou cada candidato

O mais jovem candidato ao governo do Paraná, Ratinho Júnior (PSD) destacou em plenária que pretende criar o banco da mulher empreendedora para fomentar empreendimentos liderados por mulheres. Também quer aumentar 55% para 75% a compra de produtos da Agricultura Familiar para Merenda Escolar. Afirmou para os estudantes da Casa Familiar Rural de Santo Antônio, que pretende ampliar o número de refeições de uma para três para os alunos de escolas públicas. E sobre o fechamento das escolas do campo o candidato pretende construir parcerias. “Vamos potencializar a prestação de serviço do colégio Agrícola para trazer mais jovens se qualificando. Vamos criar o colégio agrícola 4.0 com o dinheiro que nós vamos vender a chácara do governador pra implantar no Parque Castelo Branco na região metropolitana de Curitiba".

Dr. Rosinha (PT) disse que se eleito pretende fazer ações simultâneas para promover o desenvolvimento da Agricultura Familiar. São medidas que atendam os agricultores oferecendo assistência técnica regionalizada, maior acesso à tecnologia para homem do campo, abrir espaço para comercialização dos produtos da Agricultura Familiar com prioridade aos produtos orgânicos e agroecológicos.

O candidato também quer restringir o uso abusivo de agrotóxicos. “Existem leis no Brasil e no Paraná que não são cumpridas e está sendo extrapolado o uso do agrotóxico. Então a vigilância sanitária vai fazer o controle e a fiscalização dessas leis.” Dr. Rosinha também se mostrou contra o fechamento das casas familiares rurais e pretende buscar meios para mantê-las em funcionamento. 


Outra pauta defendida pelo candidato é tornar o Paraná autossuficiente na produção de alimentos. O candidato pretende construir um sistema de soberania alimentar. “Eu gostaria que o nosso estado não precisasse importar nenhum tipo de alimento. Ele teria que se auto sustentar”.


 

Fonte: Unicafes Paraná
 
Assine nosso informativo e fique por dentro das nossas novidades
ATENDIMENTO
(61) 3226-3277
secretaria@unicafes.org.br
2018 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Grupo Mar Virtual