História da Unicafes

A União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes) foi fundada em junho de 2005, na cidade de Luziânia (GO). A sede funciona em Brasília-DF e representa nacionalmente as cooperativas. O objetivo é ser um instrumento para os agricultores e agricultoras familiares, visando o desenvolvimento sustentável nas ações de apoio para os associados. A Unicafes é uma pessoa jurídica de direito privado e não possui fins econômicos.

A Organização Não Governamental propõe a inclusão social dos cooperados articulando iniciativas econômicas que ampliem as oportunidades de trabalho, de distribuição de renda, de produção de alimentos, das melhorias de qualidade de vida, da preservação da biodiversidade e da diminuição das desigualdades.

As associadas da Unicafes estão espalhadas nas cinco regiões do país, que compõe aproximadamente 1.100 cooperativas. Atualmente, são dezessete Unicafes estaduais de atendimento e articulação para a agricultura familiar e economia solidária: Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Maranhão, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Pará, Goiás, Sergipe e Ceará.

As estratégias de atuação da instituição são formadas por: bases de serviços especializadas e bases de serviço operacionais. Elas contribuem com a mobilização entre os ramos cooperativos e qualificam as ações das bases nos diversos espaços públicos.

O desempenho da Unicafes apoia, por meio de serviços, as cooperativas no desenvolvimento de suas iniciativas econômicas e na expansão e consolidação do cooperativismo na agricultura familiar e economia solidária.

No quadro de formação da Unicafes estão cooperativas divididas em cinco ramos: crédito, produção, trabalho, comercialização e infraestrutura da agricultura familiar e economia solidária.

Missão

Tornar o cooperativismo um instrumento de desenvolvimento local sustentável dos agricultores e das agricultoras familiares, provendo a inclusão social articulando iniciativas econômicas que ampliem as oportunidades de trabalho, de distribuição de renda, de produção de alimentos, das melhorias de qualidade de vida, da manutenção da biodiversidade e da diminuição das desigualdades.

Diretoria Nacional

PRESIDÊNCIA
Luiz Ademir Possamai

VICE-PRESIDÊNCIA
Armindo dos Santos

DIRETORIA DE FORMAÇÃO
Carlos Alberto Ferreira de Castro

DIRETORIA FINANCEIRA
Fagner dos Santos Araújo [ mais informações ]

SECRETARIA GERAL
Mauro Pereira dos Santos

SECRETARIA DE MULHERES
Iara Andrade

SECRETARIA DE JOVENS
Antonino Cardoso

REPRESENTAÇÃO CENATER
Generosa Oliveira

REPRESENTAÇÃO CONFESOL
Genes da Fonseca